Vereador cobra informações da Prefeitura sobre falta de fitas e seringas utilizadas por diabéticos

Assessoria | Leopoldina - 08/03/2019 - 14:40 | Atualizado: 08/03/2019 - 19:13


Requerimento de autoria do Vereador José Augusto Cabral foi respondido pela Secretaria Municipal de Saúde.


Pacientes com diabetes que recebem tratamento pela rede pública estão reclamando a falta de fita de teste (paleta) usada para medir glicemia nos postos de saúde do município. Essa situação foi discutida pelos vereadores em recente reunião ordinária através da apreciação e aprovação do Requerimento nº 015/2019, de autoria de José Augusto Cabral (foto).

Na proposição, o parlamentar requereu que o Poder Executivo encaminhasse informações sobre essa situação, acrescentando que também recebeu reclamações sobre a falta de seringas para aplicação de insulina e que os pacientes não foram informados sobre a previsão de chegada dos mesmos. O requerimento cobra ainda informações sobre as medidas adotadas pelo Governo, justificando tal pedido pelo fato de serem materiais de uso diário e que muitos pacientes não têm condições de adquiri-los.

Durante a discussão e votação da matéria, houve consenso entre os vereadores de que a falta do material na rede pública é preocupante, pois pode comprometer o tratamento de muitas pessoas. A tira é utilizada no controle da taxa de açúcar no sangue e o procedimento é diário. Com as tiras e o aparelho, o paciente faz o procedimento em casa e automonitora a situação no corpo.

A aprovação do requerimento provocou uma reação da Secretaria Municipal de Saúde que, através do ofício nº 036/2019, informou que as fitas (tiras reagentes), bem como as insulinas, são encaminhadas ao município pelo Estado, o qual não tem feito esse repasse regularmente. Segundo Lúcia Gama, Secretária Municipal de Saúde, o município já adquiriu tais fitas algumas vezes, porém, devido ao alto custo, a quantidade não é suficiente. Com a mudança do ano orçamentário e nova liberação de recursos, o município já adquiriu uma nova remessa de fitas e seringas, mas a Secretária esclareceu que continua no aguardo do fornecimento a ser realizado pela Secretaria de Estado da Saúde.  

Fonte: Câmara Municipal de Leopoldina, com Arnaldo Spíndola



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS