Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Coluna da Nutricionista Flávia Guerra | Como não engordar no inverno?

Por Flávia Matos Guerra | Artigo - 11/08/2019 - 17:00 | Atualizado: 17/08/2019 - 08:53


Por Flávia Guerra*
Durante a evolução da nossa espécie nós tivemos que criar mecanismos de sobrevivência para lidar com invernos rigorosos com temperaturas baixíssimas. 

Então um dos mecanismos era economizar calorias a todo custo e comer tudo o que aparecesse (frutas ou presas) pela frente já que não se sabia quando iríamos encontrar comida novamente.

Até hoje, pelo sistema reptiliano do cérebro, o homem tenta se prevenir dessa escassez de comida que existia no passado. Mas essa escassez não existe mais!...

Nesse momento de inverno o instinto fala mais alto e o incentivo do consumo alimentar é ativado. Então buscamos comidas saborosas, mais pesadas e quentes, que nos protejam do frio e da fome. Comida de digestão mais lenta fica no estômago por mais tempo e dá mais sensação de saciedade. Então não é incomum o consumo de salada e frutas, que são ricos em fibras, diminuir no inverno já que são alimentos que não se encaixam nesses critérios porque são frios e pouco calóricos.

Também há menor necessidade de repor água e ao invés de água e sucos, as bebidas preferidas são quentes e também calóricas, na maioria das vezes. Então o que fazer para não ceder ao instinto ancestral e comer além do que o corpo precisa nesse inverno que não é mais tão rigoroso?

•    Se o seu corpo pede por alimentos mais quentes, então dê. Quanto mais satisfeito estiver, menos fome terá.

•    As sopas são um ótimo exemplo. O volume preenche o estômago. Vale investir em sopas menos calóricas como de vegetais variados e coloridos com uma porção de proteína magra (como músculo ou peito de frango, por exemplo).

•    Mantenha um bom consumo de fibras, que proporcionam uma sensação de saciedade maior, por isso é interessante fazer uso habitual de alimentos integrais: pão integral, arroz integral, aveia, granola, etc.

•    Use mix de fibras no iogurte, ou por cima do mingau, da sopa. Pode misturar chia, linhaça, semente de abóbora, de girassol etc.

•    Se você gosta mesmo de salada, mas com o frio ela não fica convidativa, experimente jogar por cima uma concha de feijão ou alguma outra preparação ensopada.

•    Sede também é confundida com fome então assegure a ingestão de líquidos na forma de chás. 

•    Invista em termogênicos: a canela atrasa a digestão e pode ser polvilhada por cima de frutas cozidas, grelhadas. O gengibre pode estar presente na forma de tempero e em chás e sucos, protegendo também as vias aéreas. Pimenta também é uma boa pedida e o vinagre de maçã auxilia na queima de gordura.

•    Tome sol para ajudar na produção de serotonina. Ficar encolhidinho dentro de casa pode causar uma baixa desse neurotransmissor do prazer, o que leva a uma busca maior por comida.

•    Achocolatados são produtos cheios de açúcar. Uma boa opção para o leite quente é o cacau em pó. 

•    Não deixe a preguiça de inverno te atrapalhar nos exercícios. Vida que segue. Lembrando que fazer exercício ajuda a esquentar o corpo...

Por final, coma tranquilo e escute a sua fome. Como eu já disse nosso inverno já não é tão rigoroso então não há necessidade de comer tudo o que vê ou tudo o que está sendo servido. Faça boas escolhas e coma até se sentir saciado, somente.
*Flávia Guerra - Nutricionista e Coach de Emagrecimento Consciente
Instagram: @flaviaguerranutri
Facebook: /flaviaguerranutri


Continua depois da publicidade






 




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS