Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Criminosos usam Turma da Mônica para aplicar golpes em crianças

O VIGILANTE ONLINE | MG - 05/09/2019 - 09:42 | Atualizado: 05/09/2019 - 15:48

Golpistas solicitam número do cartão de crédito e código de segurança em troca de amizade falsa com os personagens como Mônica, Cebolinha e Cascão.




Ofertas de emprego, promoções com preços incríveis, mensagens de instituições bancárias com pedidos de atualização ou cadastro para recebimento de benefício. A criatividade sem fim dos estelionatários virtuais via aplicativos de mensagens agora mira um novo público: as crianças.

Nos últimos dias, tem circulado pela WhatsApp uma mensagem com personagens criados por Mauricio de Sousa e um recado: “A Turma da Mônica está procurando um novo amigo! Quer fazer parte da turminha? Tudo o que você tem que fazer é comentar: 1) o número do cartão de crédito da mamãe; 2) os 3 numerozinhos atrás; 3) a data da expiração”.


Continua depois da publicidade




A repercussão tem sido tão grande, que a Mauricio de Sousa Produções (MSP) se manifestou sobre o assunto. A empresa informou “que não tem nenhuma relação com a postagem fake que está circulando nas redes sociais e aplicativos de mensagens com o uso indevido de imagens dos personagens da Turma da Mônica solicitando, às crianças, o envio de dados de cartão de crédito e CPF de seus pais. A MSP alerta para que não se repasse esse tipo de conteúdo falso adiante”.

O advogado e especialista em direito digital Alexandre Atheniense explica que a melhor forma de evitar que crianças caiam neste e em outros golpes direcionados a elas é uma conversa explicativa. “Os pais devem manter um diálogo com os filhos, algo que eles normalmente não têm. Devem falar sobre como esses golpes acontecem na internet e que, se a criança passar alguma informação, seus pais podem sofrer algum prejuízo”, afirma.

Segundo ele, já havia a recomendação para que se dissesse às crianças para nunca acreditarem nas pessoas que conheceram virtualmente nem marcar encontros com desconhecidos. “Agora, também devemos alertar que nunca se deve passar qualquer dado importante, como dados do cartão de crédito”.

Outra orientação é ensinar a  criança a mostrar aos pais mensagens que possam provocar estranhamento, como esta do novo golpe.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que não houve registros de ocorrências referentes a este tipo de golpe até o momento.

Fonte: Jornal Hoje em Dia




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS