Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Filhote de lobo-guará é resgatado às margens da BR-267

Por Leticya Bernadete | Rodovias - 12/09/2019 - 09:10 | Atualizado: 12/09/2019 - 18:46

Populares encontraram o animal desnorteado e com problemas de locomoção; um idoso o levou em seu veículo até a sede da Polícia Militar.


Animal está em observação em uma clínica veterinária de Juiz de Fora - Foto: Olavo Prazeres
Um filhote de lobo-guará foi resgatado por populares às margens da BR-267, em Juiz de Fora.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar de Meio Ambiente, ele foi encontrado na manhã do último sábado (7), aparentando estar desnorteado e com problemas de locomoção. Um idoso, de 62 anos, colocou o animal no porta-malas de seu veículo e o levou até a sede do 27º Batalhão da Polícia Militar. 

Após ser recolhido pela 4ª Cia da Polícia Militar de Meio Ambiente, o filhote foi encaminhado à clínica Zoovet. De acordo com o veterinário Rômulo Castro, o lobo é macho e aparenta ter 90 dias de idade, estando ainda com dentes de leite. O animal chegou à clínica ainda atordoado, entretanto, não contava com nenhuma lesão externa aparente. Desta forma, ele permanece na área de isolamento do estabelecimento até se recuperar.


Continua depois da publicidade




“Se ele estava na rodovia, a mãe provavelmente deveria estar atravessando e, ao chegar no centro urbano, pode ter acontecido algo e ela deve ter dado um passo mais longo e o filhote acabou ficando para trás. Ele vendo muita gente e carro passando para lá e para cá, deve ter tido dificuldade para atravessar a BR-267”, explica o veterinário sobre o fato do animal ter sido encontrado desnorteado.

De acordo com o soldado da Polícia Militar de Meio Ambiente, Laio Nunes, muitas vezes, crimes ambientais estão por trás do deslocamento de animais para as proximidades de perímetros urbanos, como caça e queimadas. “Esses animais saem da companhia do bando – nesse caso, da matilha – porque o meio ambiente está sendo degradado, principalmente neste período de seca, em que a incidência de queimadas e incêndios ambientais aumenta muito. Então, nós pedimos para o pessoal ter essa consciência.”

Já em boas condições de saúde, o animal deverá ser encaminhado, nos próximos dias, ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Instituto Estadual de Florestas (IEF), responsável por reintroduzir o lobo na natureza.

Orientação
Apesar da boa ação do idoso em resgatar o animal e levá-lo para a assistência necessária, a conduta não é recomendada em casos de animais silvestres. Segundo o veterinário Rômulo Castro, o indicado para essas situações é acionar a Polícia Militar de Meio Ambiente. “Eles têm a técnica de contenção. O primeiro contato é com a corporação, que tem que fazer essa contenção. E, depois, vem um veterinário ou biólogo de os outros órgãos, como o IEF ou Ibama, mas nunca fazer o que o idoso fez”, diz. “Os populares acham que esses bichos são inofensivos e ‘bonitinhos’, mas muito pelo contrário.”

Segundo o soldado da Polícia Militar de Meio Ambiente, Laio Nunes, nesse caso específico, por se tratar de um filhote com sinais de desnorteamento, não apresentava maiores riscos ao idoso que o resgatou. Entretanto, o soldado reforça que instituições de segurança pública devem ser acionadas para destinação correta do animal. Em situações semelhantes, a população pode entrar em contato com a Polícia Militar, pelo número 190, ou diretamente com a de Meio Ambiente, pelo 3228-9050. O Corpo de Bombeiros também pode ser chamado, pelo 193.

Fonte: Tribuna de Minas




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS