Pais pedem ajuda para pagar cirurgia da filha de 6 meses

A família mora na Vila São João da Sapucaia, distrito de Laranjal. As filhas gêmeas nasceram no último mês de agosto e uma delas apresentou problemas e precisa ser operada.

13/02/2018 - 10:26:29

Os pais pedem a colaboração de todos que puderem apoiá-los neste momento. 

Os pais pedem a colaboração de todos que puderem apoiá-los neste momento. 

Uma criança de apenas seis meses de idade precisa se submeter a várias cirurgias. A família de Isabelly, que reside na Vila São João da Sapucaia, distrito localizado há aproximadamente 13 km de Laranjal, busca apoio para conseguir os recursos necessários para pagar os procedimentos cirúrgicos e demais despesas com a internação. 

As gêmeas Isabelly e Nicolly nasceram no dia 9 de agosto de 2017, no Hospital São Paulo, em Muriaé. A mãe das crianças, Jussandra dos Santos Fernandes Lancini, de 34 anos, conta que dois dias depois de nascerem, foi descoberta a deficiência da filha Isabelly, que tem má formação de intestino, ânus imperfurado e persistência de cloaca. Com 4 dias de vida, Isabelly passou por uma operação de colostomia em Juiz de Fora, no Hospital João Penido. 

Os médicos disseram aos pais que devido aos problemas, Isabelly precisaria passar por 3 ou 4 cirurgias corretivas. “Minha filha tem que fazer a correção no canal da uretra e passar por avaliações para se saber quais os outros procedimentos serão adotados”, explicou Jussandra, esclarecendo que "as cirurgias podem ser feitas em Juiz de Fora, no Hospital Albert Sabin, porém, teremos que pagar por elas".

Para conseguir realizar a operação pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a família teria que ingressar na Justiça. Procuraram a Secretaria Municipal de Saúde de Laranjal e o prefeito daquele município, mas, igualmente o caminho também seria pela Justiça, o que demoraria. 

Mãe de 4 filhos (as gêmeas Isabelly e Nicolly - de 6 meses, Alexandre – de 8 anos e Emilly, de 6 anos), Jussandra é costureira, mas não pode trabalhar porque tem que cuidar dos filhos. Ela contou que a família aguarda o contato do médico informando o dia da cirurgia. “Será marcada uma data e neste dia as cirurgias serão realizadas." O grande problema enfrentado por Jussandra e seu esposo, o caminhoneiro Carlos Alexandre Lancini, de 36 anos, são os valores das cirurgias e da internação, ou seja, a parte do Hospital, que somados devem ficar entre R$ 30 mil e R$ 40 mil reais. 

“Estamos fazendo uma campanha para operar a Isa. Abrimos uma conta pra ela. Um primo nosso também abriu uma Vaquinha para receber doações na internet. Então, as pessoas estão doando”, afirmou Jussandra, revelando que até o momento a família já conseguiu reunir uma parte do valor necessário para as despesas: “Ainda não paramos para somar, mas temos na Vaquinha pouco mais de R$ 3 mil reais e em torno de R$ 12 mil reais, contando com as vendas de rifas e doações”, declarou. 

A comunidade da Vila São João da Sapucaia, vizinhos, amigos, todos estão sabendo da situação. “Desde que nossa pequena guerreira nasceu, aliás, quando foi descoberta a sua deficiência, todos estão sabendo e estão tão solidários conosco que estão promovendo um almoço beneficente em prol da nossa pequena, no dia 25 de fevereiro, às 11h00, no nosso lugarejo. Nessa ocasião também será realizada uma cavalgada”, informou Jussandra. 

Em Laranjal, um grupo de amigos, dentre eles os senhores Antônio Augusto Fernandes, Maguinho e o Sargento Freitas, estão organizando um leilão de bezerros e outras prendas, com o objetivo de ajudar no pagamento da cirurgia de Isabelly. O evento será realizado no Parque de Exposições de Laranjal, a partir das 08h00 do dia 18 de fevereiro. 

Quem desejar colaborar com a cirurgia da pequena Isabelly, pode depositar qualquer quantia na Agência 4386 da Caixa Econômica Federal, Op 013, Conta 10674-0 em nome de Isabelly Fernandes Lancini.

A outra opção é pelo site vakinha, onde os colaboradores encontrarão na página "Todos pela Isabelly", mais um canal para contribuírem com qualquer quantia. Lá, o pai da criança, Carlos Alexandre, conta a história de angústia que vive a família, até conseguirem os recursos para pagar a cirurgia. 



 

Fonte: O VIGILANTE ONLINE - Da Redação


Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2017 | Todos os direitos reservados
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS