Cheia do Rio Pomba começa a atingir Cataguases

Previsão é de que o nível do rio suba nas próximas horas na região.


Moradores relataram que a água começou a subir rapidamente e que não deu tempo de retirar tudo de dentro de casa.

Moradores relataram que a água começou a subir rapidamente e que não deu tempo de retirar tudo de dentro de casa.

Depois de praticamente inundar a cidade de Ubá, as fortes chuvas que caíram na região começam a atingir o município de Cataguases. A Defesa Civil acionou neste domingo (11) o Plano de Contingência deflagrando assim os procedimentos de atendimento em áreas atingidas e com potencial de serem afetadas pela elevação do nível do rio Pomba em Cataguases. O município está em estado de emergência devido ao nível crescente do rio Pomba e ribeirão Meia Pataca. Com 5,65 metros acima do seu nível por volta das 16h00, o Pomba invadiu as primeiras residências localizadas na Travessa São Vicente de Paula, em frente ao campo do Flamenguinho. 

A água segue avançando sobre ruas e casas em Cataguases na tarde deste domingo e a avenida Meia Pataca já está parcialmente inundada e, por isso, não é aconselhável o tráfego de veículos nas imediações. Na altura da pontes da Manufatora, Vila Reis e Policlínica, o nível do rio está quase passando por cima de seus pisos. Há também água em outros pontos da cidade como o Beco do Haroldo, próximo ao Mercado do Produtor, no Beira Rio e em outros pontos da cidade. 

Moradores relataram que a água começou a subir rapidamente e que não deu tempo de retirar tudo de dentro de casa. Uma moradora contou ter perdido camas, armário de cozinha e uma cômoda. Ao lado, os vizinhos reivindicaram leite para as crianças, material de limpeza, colchonete e cesta básica. Eles aguardam informações se o nível do rio vai continuar subindo para decidirem se vão poder dormir em casa esta noite. 

De acordo com a Prefeitura, os desalojados estão sendo levados para o Ginásio Poliesportivo. A previsão é de que o rio Pomba alcance até sete metros acima de seu nível. Uma central de crise foi montada no gabinete do prefeito Willian Lobo de Almeida com a presença também do vice-prefeito Tita Lima, do coordenador da Defesa Civil, Carlos Pires Júnior e de diversos secretários municipais. José Ângelo Lavorato, secretário de Serviços Urbanos,  atua diretamente no Almoxarifado da Prefeitura coordenando a operacionalização das ações de atendimento à população.

Fonte: O VIGILANTE ONLINE com informações e fotos do Site do Marcelo Lopes



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2018 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS