Redenção Verde e Amarela

Mateus Padilha - Estudante de Jornalismo | Artigo - 06/05/2018 - 08:11 | Atualizado: 06/05/2018 - 08:24


O sangue verde e amarelo corre em nossas veias e não existe nada que nos una mais do que um grito de “É campeão”. Somos conhecidos como o país do futebol e não é por acaso, unica seleção que participou de todas as copas, unica pentacampeão e grande parte dos maiores jogadores da história do futebol vestiram a amarelinha. Somos enlouquecidos pelo esporte e de quatro em quatro anos uma competição é responsável por parar o país, a Copa do Mundo. Foram 20 edições de copa do mundo, desde 1930 e nós participamos de tudo, nós estivemos em todas, disputamos 7 finais e fomos campeões 5 vezes, todavia nas ultimas 3 competições convivemos com insegurança e um fatídico 7 a 1 em nossa própria casa. Quatro anos se passaram desde aquele dia, quatro anos revivemos a amargura de assistir os alemães erguendo a taça em nossa própria casa e tudo mudou. Embalados e impulsionados com as recentes atuações de Tite, fomos os primeiros a se classificar para a Copa do Mundo e chegamos até a derrotar a Alemanha em um amistoso. Em pouco mais de um mês estaremos juntos, assistiremos juntos, nos emocionaremos juntos, jogaremos juntos e nada nos unirá mais do que o grito de “É campeão!” pois nosso sangue é verde e amarelo, nascemos com uma bola nos pés e apesar de serem apenas 11 lutando em campo somos mais de 200 milhões torcendo por eles.

"Em pouco mais de um mês estaremos juntos, assistiremos juntos, nos emocionaremos juntos, jogaremos juntos e nada nos unirá mais do que o grito de “É campeão!” pois nosso sangue é verde e amarelo, nascemos com uma bola nos pés e apesar de serem apenas 11 lutando em campo somos mais de 200 milhões torcendo por eles."


Fonte: O VIGILANTE ONLINE


Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2017 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS