Imóveis abandonados em Leopoldina preocupam moradores

Por José Augusto Cabral | Ronda Vigilante - 29/10/2018 - 11:01 | Atualizado: 30/10/2018 - 22:30

Local onde funcionou uma escola municipal se encontra abandonado, podendo servir como foco de dengue, além de ser utilizado como esconderijo de criminosos e usuários de droga.




Moradores dos Bairros Pedra Pinguda e Alto do Cemitério cobram providências da Prefeitura de Leopoldina em relação a alguns imóveis abandonados. Segundo as reclamações de leitores do Jornal O VIGILANTE, a situação de abandono destes imóveis estaria estimulando o tráfico e o consumo de drogas, a prática de furtos e roubos na cidade, além da proliferação de animais peçonhentos e doenças nas imediações. 

No Bairro Pinguda a reportagem constatou que no lugar onde funcionou a Escola Municipal Dr. Haroldo Maranha, na Rua Antônio Lima dos Reis, o imóvel está abandonado, apresentando portas e janelas abertas e danificadas, muita sujeira, mato alto, sem qualquer restrição ao acesso das pessoas.





No Bairro Alto do Cemitério o problema é verificado nos imóveis de nº 287 e ao lado do nº 141 da Rua Fajardo, nos fundos de uma casa que dá para a Rua Capitão Ricardo Coutinho e outra no Escadão Ronaldo Melão. A maioria dos imóveis foi depredada e se deteriora com o passar do tempo. 





A reportagem entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Leopoldina que informou ter encaminhado a situação para os responsáveis pela Secretaria de Administração e Secretaria de Serviços Urbanos.

Confira mais fotos enviadas por leitores:

Fonte: Jornal O Vigilante



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS