Ato Cívico em Leopoldina lembra combate à violência contra a mulher

Assessoria | Cidade - 30/11/2018 - 15:53 | Atualizado: 01/12/2018 - 08:24

Ato tem início previsto para as 9h30 deste sábado, saindo da Praça Professor Botelho Reis (Praça do Ginásio) em passeata até a Praça João XXIII. Os organizadores solicitam aos participantes que compar



Neste sábado, 1º de dezembro, acontece em Leopoldina um ato cívico para lembrar o combate à violência contra a mulher. O movimento, que é realizado pela Prefeitura de Leopoldina através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, tem início previsto para as 9h30, saindo da Praça Professor Botelho Reis (Praça do Ginásio) em passeata até a Praça João XXIII, no Centro da cidade. Os organizadores solicitam aos participantes que compareçam ao Ato Cívico vestindo camisa branca.

O ato, conforme a assessoria de imprensa da prefeitura representa a luta de toda a sociedade e o poder público no enfrentamento da violência contra a mulher, em referência ao dia 25 de novembro, data na qual é celebrado o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra a Mulher. Instituída em 1999 pela Assembleia Geral da ONU em homenagem a três irmãs que lutavam contra a ditadura instituída na República Dominicana e foram assassinadas no dia 25 de novembro de 1960, a data tem o objetivo de expandir e aprofundar o debate sobre a violência contra as mulheres visando assim sua eliminação. 

A prefeitura ressalta que a violência contra as mulheres se apresenta de muitas formas, não apenas na forma física, mas também pode ser de caráter psicológico, entre outras. Violência contra a mulher é qualquer conduta - ação ou omissão - de discriminação, agressão ou coerção, ocasionada pelo simples fato de a vítima ser mulher e que cause dano, morte, constrangimento, limitação, sofrimento físico, sexual, moral, psicológico, social, político ou econômico ou perda patrimonial. Essa violência pode acontecer tanto em espaços públicos como privados. 

Informa a Prefeitura de Leopoldina que o município oferece um atendimento qualificado a todas as mulheres que estão passando por esse tipo de situação, em seus diversos órgãos, dentre eles:

Secretaria Municipal de Assistência Social
Rua Tiradentes, 112 Centro – 3694.4210

Casa de Atenção e Proteção a Mulher
Ladeira. Riachuelo 201
Alto do Cemitério – Tel: 3449.6718

Centro de Referência Especializado de Assistência Social 
Rua Lindolfo Pinheiro s/n° - Praça do Rosário –  Tel: 3441.5563

Centro de Referência de Assistência Social – CRAS – Bela Vista
Av. Expedicionários 404
Bela Vista – Tel: 3449.6829

Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Quinta Residência
Rua Alan Kardec, 39 – Quinta Residência – Tel: 3694.4223

Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Alto Cemitério
Rua Fajardo, 419 – Alto do Cemitério – Tel: 3694.4286

Fonte: Jornal O Vigilante, com informações da Prefeitura de Leopoldina - Iago G. Xavier



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2018 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS