Projeto desenvolvido por professora de Leopoldina é destaque em importante revista nacional

Por Júlio Cabral | Cidade - 05/12/2018 - 16:58 | Atualizado: 06/12/2018 - 07:22

 Conto de fada ajudou a turma da professora Mônica a expressar os sentimentos -  Foto: Dayana Valle/Divulgação

Conto de fada ajudou a turma da professora Mônica a expressar os sentimentos - Foto: Dayana Valle/Divulgação

Um projeto desenvolvido em Leopoldina por uma professora da Creche Municipal Santa Luzia, no Bairro Santa Cruz ganhou destaque na Revista Nova Escola, uma das maiores e mais tradicionais publicações para educadores do país. 

Denominado “Quem você seria na história da Branca de Neve”, o projeto foi idealizado pela professora Mônica do Bem, que o colocou em prática a partir de meados do mês de maio até setembro, quando lecionou para crianças de 4 e 5 anos, do primeiro e segundo períodos da Creche, que é mantida pela Prefeitura. 

Em entrevista concedida ao Jornal O VIGILANTE, Mônica revelou que a ideia do projeto surgiu quando percebeu a preferência das crianças por esse conto e as discussões que surgiam sobre ele. “As crianças tiveram a oportunidade de ouvir relatos do dia a dia de forma leve e descontraída, também tivemos o envolvimento da cantina da escola trabalhando a alimentação, os conteúdos foram introduzidos de forma lúdica, como construção do castelo com formas geométricas, empatia, má resolução de situações problemas, a igualdade entre homens e mulheres”, explicou a professora, que acrescentou ter recebido todo o apoio da coordenadora Izabel e da Supervisora Kely em relação ao projeto.

Há 18 anos no magistério, Mônica já trabalhou nas Escolas Municipais Botelho Reis, Creche Anita Borela, Creche São Francisco de Assis, Judith Lintz Guedes Machado, APAE, Arraial dos Montes (São Lourenço) e Creche Santa Luzia. Atualmente leciona no Colégio Equipe e na Escola Estadual Justiniano Fonseca, em Tebas, para o terceiro ano fundamental. 

Mesmo após deixar a Creche Santa Luzia, onde trabalhou durante seis meses cobrindo uma licença maternidade, Mônica se preocupa com a instituição, que atualmente atende 35 crianças. “A creche está em período de matricula e precisamos muito manter a escola ativa”, contou a professora, justificando que a comunidade precisa muito da Creche Santa Luzia. “Com o envolvimento de todos a aprendizagem é significativa”, comentou a professora.
 

Fonte: Jornal O Vigilante, com informações da Revista Nova Escola



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2018 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS