Prefeitura de Leopoldina não cumpre promessa de água para comunidade rural do Quadro 

O VIGILANTE ONLINE | Cidade - 11/01/2019 - 08:59 | Atualizado: 12/01/2019 - 19:14

Chegada da água nas residências foi anunciada em 2018 pelo Prefeito, através de rede social.


Sem a água prometida os moradores dependem dos poços.

Moradores da Comunidade do Quadro, localizada na área rural de Leopoldina, questionam a Prefeitura Municipal pela não conclusão das obras de abastecimento de água naquela localidade, situada às margens da BR-120, nas imediações da ponte da Aurora.  
O secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento não foi localizado pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura para comentar a situação. A Redação tentou entrar em contato também com o secretário municipal de Governo, João Paulo Fófano, mas as ligações não foram atendidas.
    
No decorrer dos últimos anos foram instaladas algumas tubulações, uma caixa d’água de 15 mil litros foi colocada no alto de um morro, além do padrão de energia elétrica que alimentará o equipamento que bombeará a água para o reservatório que fará a distribuição por gravidade, no entanto, falta colocar a tubulação restante e fazer funcionar o sistema de bombeamento.   

A reportagem do Jornal O Vigilante esteve no local, onde residem cerca de 30 famílias, e ouviu relatos de que as promessas de ligação e distribuição da água começaram há mais de dez anos, no entanto, até o momento os serviços não foram concluídos pela Prefeitura de Leopoldina. 

Segundo um antigo morador da comunidade, no período das eleições municipais houve a promessa de que a água seria colocada, e mais promessas foram feitas antes das eleições de 2018, mas o serviço não foi concluído. 

Confirmando as informações relatadas por moradores ao jornal, no dia 28 de junho de 2018 o Prefeito José Roberto de Oliveira publicou através das redes sociais que a comunidade dos Quadros agradecia a chegada da água, onde escreveu: “Os moradores da comunidade dos Quadros agradeceram ao prefeito Zé Roberto, com muita alegria, a chegada em suas casas do precioso líquido. Neste momento, os funcionários da prefeitura montam a bomba, fazendo jorrar a tão sonhada água em seus lares. Boa Tarde."

Imagem: Reprodução/Facebook

Uma antiga moradora do Quadro comentou: “Já colocaram o encanamento em alguns trechos, em outros não”, explicando que para conseguirem água praticamente todas as propriedades têm poço. 

Preservando a identidade dos entrevistados, o Jornal O Vigilante ouviu de moradores que a chegada da água às propriedades rurais daquela região fará muita diferença. “Há 3 anos nós ficamos sem água naquele período de seca”, contou uma senhora, já acostumada às dificuldades do meio rural. Ela sonha, por exemplo, com a possibilidade de aguar uma horta, ter um curral com água disponível, melhorando a qualidade de vida de todos.

“Atualmente evitamos tudo, pois temos que economizar na energia elétrica. Tem gente que tem situação precária para pagar a conta de energia elétrica e a chegada da água ajudaria no sustento das famílias”, justificou. 


A Redação também entrou em contato com a Prefeitura de Leopoldina através de sua Assessoria de Imprensa, porém nenhuma resposta havia sido enviada até o fechamento desta matéria.

Fonte: Jornal O Vigilante



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS