Prefeitura de Cataguases e Faculdade Sudamérica assinam contrato de cessão do Sítio do Idaic para abrigar Hospital Veterinário

O VIGILANTE ONLINE | Região - 13/02/2019 - 15:30 | Atualizado: 21/02/2019 - 09:02

Solenidade de assinatura do contrato de cessão do Sítio do Idaic aconteceu nesta terça-feira (12). Foto: Marcelo Lopes

Solenidade de assinatura do contrato de cessão do Sítio do Idaic aconteceu nesta terça-feira (12). Foto: Marcelo Lopes

Representantes da Prefeitura de Cataguases e da Faculdade Sudamérica participaram da cerimônia de assinatura do Contrato de Cessão de Uso do Sítio São José, antigo Idaic, realizada na manhã desta terça-feira (12) na Faculdade Sudamérica, em Cataguases. O sítio, um imóvel de 15 alqueires, está localizado no Bairro São Diniz e abrigará o Hospital Veterinário Universitário e os laboratórios do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Sudamérica. 

Com previsão de início no próximo mês de março, o curso será coordenado por uma cataguasense, a pós-doutora Raquel Rodrigues. Ao Site do Marcelo Lopes ela informou que o Hospital Veterinário será composto por quatro blocos, destinados a pequenos animais, animais de grande porte, animais silvestres e laboratórios, inclusive um de análise de alimentos de origem animal. A estrutura do Hospital Veterinário deverá estar concluída em até dois anos "porque os alunos do curso só começam a utilizar aquela estrutura a partir do terceiro ano", explicou Raquel.


O contrato foi assinado pelo prefeito William Lobo de Almeida e o diretor administrativo financeiro da Faculdade Sudamérica, Lucas Maciel, diretor de Novos Negócios do Grupo CPT, proprietário da Faculdade. A cerimônia foi prestigiada por secretários municipais, vereadores, o comandante da Polícia Militar – Major Willian Machado, funcionários da Sudamérica e professores. 

Lucas Maciel disse que a cessão do sítio à Sudamérica "é um marco de mudança de atitude na administração da cidade porque nos permite crescer e vislumbrar novas oportunidades". De acordo com ele o projeto da instituição que dirige é "triplicar o número de alunos em cinco anos, gerar 150 empregos e valorizar a mão-de-obra local como, aliás, já estamos fazendo", salientou. 

O Grupo CPT a que pertence a Sudamérica tem 35 anos de experiência em Educação e, de acordo ainda com Lucas, a implantação do curso de Medicina Veterinária em Cataguases já está trazendo resultados positivos devido a procura de alunos de várias cidades, "inclusive de outros estados do país."

Alcino Leite Antonucci, diretor pedagógico daquela instituição, disse que a Sudamérica entra neste novo projeto com os pés no chão e revelou alguns detalhes do contrato que prevê a castração de animais (cães e gatos), sendo 20 por mês no primeiro ano de vigência; 15 no segundo e a partir do terceiro ano até o final do contrato, serão castrados 10 animais mensalmente. Além disso, a Sudamérica está repassando a quantia de R$ 100 mil para benfeitorias que serão realizadas no Bairro São Diniz. 

Em sua página nas redes sociais, o Prefeito Willian Lobo escreveu: "Vivemos na manhã desta terça-feira, dia 12, um marco na história do ensino superior em Cataguases! Assinamos com a direção da Faculdade Sudamérica, o contrato de cessão de uso da área de 15 alqueires do sitio do IDAIC, para que lá possam funcionar as instalações do novo curso de Medicina Veterinária em nossa cidade, como hospital veterinário para animas de pequeno e grande porte, animais silvestres, fazenda modelo e laboratórios para pesquisa e extensão. Agradecemos à direção da Sudamérica por acreditar em Cataguases, lembrando que o apoio dos vereadores foi fundamental para tornar realidade o sonho de ver chegar a Cataguases mais um curso superior de grande porte, que exige investimentos que geram novos empregos, renda, oportunidades e benfeitorias à região do bairro São Diniz. Vale destacar que o Idaic encontrava-se abandonado e o poder público, em todas as suas esferas, sem condições de nele investir. Neste sentido, a proposta da Faculdade Sudamérica chegou como uma grande oportunidade onde a comunidade cataguasense só tem a ganhar. Cabe, mais uma vez, esclarecer que a prefeitura não está entregando o Idaic à Sudamérica, mas, sim, assinando um contrato válido por 20 anos, com possibilidade de renovação, de cessão de uso, que traz entre suas cláusulas diversos compromissos assumidos pela instituição, como um aporte de R$ 100 mil para realizar benfeitorias no bairro São Diniz e a manutenção de cotas mensais de cirurgias de castração, atendendo a uma justa demanda das sociedades protetoras dos animais. Recebemos também da direção da Sudamérica o compromisso de priorizar a mão de obra local em seus novos investimentos, como já vem acontecendo e com a perspectiva de gerar 150 novos empregos diretos, além, é claro, de qualificar nossos filhos como novos profissionais para o mercado de trabalho sem a necessidade de saírem da cidade e região para estudar ou para trabalhar, contribuindo decisivamente para o desenvolvimento e a qualidade de vida da nossa população."

Fonte: Site do Marcelo Lopes



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS