Prefeitura de Leopoldina informa que não tem condições de conceder reajuste para servidores municipais

Amaury da Silva Santos  | Cidade - 25/03/2019 - 18:00 | Atualizado: 25/03/2019 - 20:26

Ofício enviado ao SINSERPU ressalta a falta de repasses financeiros do Estado.


Servidores Municipais presentes na Assembleia Geral Extraordinária realizada na última quinta-feira, 7 de março, pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Leopoldina (SINSERPU) no salão Social do Clube Cutubas, aprovaram o índice de reajuste em 12,5%, no salário e o acréscimo de R$ 50,00 no Auxílio Alimentação. 

Além dos índices solicitados em reajustes, a categoria aprovou uma pauta intensa com uma série de reivindicações e protocolou um ofício na Prefeitura Municipal de Leopoldina solicitando reunião com o governo para negociar a Pauta 2019.  


A administração recebeu a pauta, e após dias com o documento em mãos encaminhou ofício. Veja abaixo:  



O sindicato agendou para esta segunda-feira (25) uma Assembleia Geral Extraordinária, com objetivo de junto com a categoria, avaliar, discutir e deliberar sobre o ofício encaminhado pelo Chefe do Executivo. A Assembleia acontece às 18h00 no Salão social do Clube Cutubas. 

A Prefeitura foi procurada pelo Jornal O Vigilante Online, mas ainda não se manifestou. 

Fonte: Assessoria Sindical e Imprensa



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS