Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Criança com problemas cardíacos em Leopoldina aguarda cirurgia

Da Redação | Cidade - 08/04/2019 - 11:27 | Atualizado: 17/04/2019 - 15:52

Procurada pela Reportagem, Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina informou que uma consulta médica foi agendada para sexta-feira (12) em Juiz de Fora. 


 Arquivo Pessoal/Simone Nunes
O pequeno Luiz Antônio, de apenas um ano e sete meses, enfrenta uma doença cardíaca e precisa passar por exames junto à Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina. De acordo com a mãe da criança, Simone Nunes, além do problema cardíaco, o filho sofre com uma hérnia. Segundo ela, para o tratamento dos dois casos estão protocolados pedidos de cirurgia desde maio e outubro do ano passado. 

Simone disse que em 2017 o filho começou a evacuar sangue e após ser consultado por um pediatra foi aconselhada a procurar com urgência um cardiologista. Em Juiz de Fora, após exame feito em novembro daquele mesmo ano, quando Luiz Antônio estava com apenas 3 meses e nove dias, foi detectada cardiopatia congênita. 

A família mora em Tebas, distrito de Leopoldina, em um sítio nas proximidades da BR-267. A luta da família para que a criança consiga o tratamento médico passa pela intervenção do Poder Público para que haja celeridade diante da situação. Conforme os documentos enviados pela mãe da criança, os protocolos junto a Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina foram feitos em fevereiro e outubro de 2018. 


Na sexta-feira, dia 5 de abril, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura foi procurada pela Redação do Jornal para que fosse informada a situação de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. Nesta segunda (8), procurada novamente pela reportagem, a Assessoria de Imprensa solicitou que entrássemos em contato diretamente com a Secretaria Municipal de Saúde.

​​​​​​​De acordo com as informações, uma consulta médica para o problema cardíaco está agendada para a criança na próxima sexta-feira (12) no Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, em Juiz de Fora. Conforme a Secretaria informou, os cuidados relacionados ao problema da hérnia dependem do retorno da médica, previsto para maio, após licença médica.

Fonte: Jornal O Vigilante




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS