Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Leopoldina tem saldo negativo no número de contratações no primeiro trimestre de 2019

Da Redação | Geral - 30/04/2019 - 19:42 | Atualizado: 03/05/2019 - 10:44

Dados do Caged foram divulgados pelo Ministério da Economia. Saldo de emprego foi positivo em Minas Gerais.


O município de Leopoldina fechou 114 vagas de emprego com carteira assinada no primeiro trimestre deste ano. Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em março, os números apontaram um decréscimo de 38 empregos com carteira assinada no município. Em 2018 o município fechou o ano com um saldo negativo de 187 vagas. O saldo negativo no trimestre é a diferença entre o número de vagas criadas (661) e o de demissões (775).


Apesar do acumulado negativo, o mês de fevereiro deste ano apresentou o saldo de 15 vagas. Os setores que mais contribuíram para a piora no resultado do trimestre foram Serviços (-20) e comércio (-44). 

Veja os saldos de emprego no trimestre, por setor:

Indústria de Transformação: -7
Construção Civil: -31
Serviços: -20
Comércio: -44
Agropecuária: -12
Total: -114


Brasil
O mercado formal no Brasil apresentou saldo positivo de 179.543 vagas nos três primeiros meses de 2019. O resultado acompanha a tendência de retomada gradual da economia. No acumulado do bimestre (fevereiro e março), o saldo de 129.943 empregos é superior ao verificado em 2018, quando foram geradas 117.339 vagas formais. Também houve crescimento nos últimos 12 meses, com a criação de 472.117 postos de trabalho, um aumento de 1,24% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

No mês de março, houve perda acentuada de vagas no Comércio (-28.803), seguido da Agropecuária (-9.545), Construção Civil (-7.781), Indústria de Transformação (-3.080) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (-662). Três setores tiveram resultado positivo em março: Serviços, Administração Pública e Extrativa Mineral. Nos serviços, foram criados 4.572 empregos, impulsionados pelo subsetor de Ensino, que abriu 11,7 mil vagas, e pelo de Transporte e Comunicações, que gerou 7,1 mil novos postos. A Administração Pública teve o segundo melhor resultado para o mês, com a geração de 1.575 vagas, acompanhada pela Extrativista Mineral, que abriu 528 vagas.

Minas Gerais 
O saldo de emprego foi positivo em Minas Gerais durante o primeiro trimestre do ano. Foram criadas 33.709 vagas. Os setores que mais contribuíram para este saldo foram Serviços (21.241) e Indústria de Transformação (10.375).

Fonte: Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS