Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Turma de 1969 do curso Normal do Colégio Imaculada Conceição em Leopoldina se reúne após 50 anos

Por José Augusto Cabral | Reportagens Especiais - 01/12/2019 - 19:33 | Atualizado: 09/12/2019 - 10:57

Normalistas da Turma de 1969 receberam uma bênção durante celebração na Capela do Colégio.


Este é o segundo encontro das normalistas. O primeiro aconteceu em agosto deste ano e reuniu apenas 8 delas. Agora, foram 29. Elas receberam uma bênção durante celebração na Capela do Colégio e participaram de confraternização no Bairro Vale do Sol.

Formandas da turma de 1969 do Ensino Médio do Colégio Imaculada Conceição (CIC), em Leopoldina, participaram do Segundo Encontro do grupo, realizado neste sábado, 30 de novembro. Marcando a abertura do evento, no final da manhã uma celebração na Capela daquela instituição de ensino foi conduzida pelo Padre Flávio da Silveira de Souza, que abençoou as normalistas. Em seguida, as formandas participaram de uma confraternização no Bairro Vale do Sol.  


De acordo com Rosa Maria Barbosa Schettini, idealizadora do Encontro, 29 alunas da turma de 1969 compareceram ao encontro, dentre elas as que residem em Leopoldina e aquelas que vieram de várias partes do país. Rosa contou à reportagem que em julho deste ano, ela e Carmem Gomes decidiram iniciar os detalhes para a realização do primeiro encontro da turma, que aconteceu no dia 3 de agosto. Diante do comparecimento das 29 amigas do curso Normal neste segundo encontro, Rosa Maria compartilhou sua emoção: "É muita alegria, muita satisfação. É isso que estamos sentindo. Encontrar pessoas que a gente não vê há tanto tempo é muito bom", comentou, revelando que já faz planos para o terceiro encontro da turma. 


Dentre as formandas, algumas residem na região Sul do país, outras em São Paulo, Rio de Janeiro e Juiz de Fora. A formanda Rita de Cássia Freitas Araújo conta que depois de 50 anos, somente agora muitas amigas estão se reencontrando. "São tantas emoções e recordações. Considero uma alegria imensa fazer parte desse encontro com as amigas", afirmou Rita de Cássia, acrescentando que "são as nossas raízes, nossas lembranças que nos fazem felizes. Temos que aproveitar, pois não podemos deixar para amanhã o que podemos fazer hoje", comentou.

Terezinha Barros Cabral, que também estudou na turma de 1969 do Colégio Imaculada, comentou: "Momento abençoado. Sentíamos o amor no ar que respirávamos, presença de colegas muito amadas que nos ajudaram a crescer como pessoas na proposta de Santa Madre Cândida. E Deus, Nosso Pai, curtindo conosco tanta alegria."


Continua depois da publicidade






















Fonte: Jornal O Vigilante Online




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS