Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Após temporal, moradores e comerciantes calculam prejuízos em Leopoldina

O VIGILANTE ONLINE | Giro Vigilante - 02/12/2019 - 10:24 | Atualizado: 04/12/2019 - 08:54

Segundo a Energisa, fornecimento de energia na Serra da Vileta, o que inclui a Estação de Tratamento da Copasa, já foi restabelecido.


Bombeiros retiram árvore que caiu em cima de carro durante tempestade em Leopoldina.

Após um temporal ter atingido Leopoldina neste domingo, 1º de dezembro, moradores e comerciantes começaram a limpar seus imóveis e calcular o prejuízo do que foi danificado pela chuva. Segundo as informações obtidas pelo jornal O Vigilante Online, Leopoldina registrou cerca de 56,5 milímetros de chuva durante a tarde deste domingo.

Na manhã desta segunda (2), comerciantes localizados às margens da rodovia BR-116 em Leopoldina enviaram mensagem e fotos para a Redação relatando os transtornos causados com o retorno de esgoto em seus estabelecimentos, além de árvores que caíram nas imediações.



Várias árvores em diferentes bairros da cidade foram arrancadas pela raiz devido ao forte vendaval durante a tempestade. Uma árvore foi arrancada pela força do vento na Praça Félix Martins e ficou atravessada na Rua João Lamarca. Outra árvore da mesma praça, próximo ao trecho da Rua José Peres também foi afetada durante o temporal, não se sabe se pelo vendaval ou por um relâmpago.


Continua depois da publicidade




Outras ocorrências foram registradas nos bairros Dr. Joaquim Furtado Pinto (Cohab Nova), Jardim Bela Vista, Redentor (COPASA) e Bela Vista. No Clube da Associação dos Empregados da Copasa (AECO), uma árvore caiu sobre um veículo estacionado. Em nenhum dos casos houve registro de feridos.

Rua Dário Lopes Faria, no Bela Vista

Uma árvore foi arrancada pela força do vento na Praça Félix Martins e ficou atravessada na Rua João Lamarca.

Árvore caiu sobre fiação no Jardim Bela Vista

Na Boa Sorte, uma árvore atravessada na estrada rural daquela comunidade prejudicou os trabalhos de manutenção de equipes da Energisa, que ficou impossibilitada de ter acesso na região onde a rede principal de energia elétrica está localizada. 


De acordo com a Energisa, ainda na noite deste domingo, 1º, o fornecimento de energia à quase todos os clientes impactados pelos danos que as chuvas intensas acompanhadas de ventos fortes e raios causaram ao sistema elétrico de Leopoldina foram restabelecidos. Equipes da empresa continuam trabalhando de forma contínua para atendimento aos casos isolados de clientes que ainda permanecem com o fornecimento de energia interrompido, sendo que em alguns pontos o atendimento depende da retirada de árvores e outros objetos que caíram sobre a rede elétrica e também estão bloqueando acesso a áreas rurais.

A Energisa informa ainda que antes das 10h00 desta segunda-feira, 02, já havia restabelecido o fornecimento de energia em Comunidade Boa Sorte e na Serra da Vileta, o que inclui a Estação de Tratamento da Copasa. 


A apresentação da Cantata de Natal do Conservatório Estadual de Música Lia Salgado, que seria realizada às 19h00 deste domingo na escadaria do Centro Cultural Mauro de Almeida Pereira teve que ser transferida para esta segunda-feira (2), às 19h00. Segundo a diretora do Conservatório, Simone Seoldo, os danos causados aos equipamentos e outros setores da produção motivaram o adiamento da Cantata. 


Tempestade provoca transtornos e estragos em Leopoldina


Fonte: Jornal O Vigilante Online




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS